Notícias/  Hora Extra

Tentando frear caneta de Taques

Taques estaria nomeando diversas pessoas em cargos comissionados e teria planos de promover militares

RD News

23/11/18 às 08:27 / Atualizada: 23/11/18 às 08:29

Imprimir Enviar para um amigo
A comissão de transição deu sinal de alerta e, de imediato, Mauro Mendes anunciou que todas as decisões e atos de Pedro Taques, especialmente sobre contratos e nomeações nos últimos 90 dias, ou seja, de outubro a dezembro, serão revistas a partir de janeiro tanto pelo próprio futuro governador quanto por sua equipe. Segundo informações, Taques, mesmo a 38 dias de deixar a cadeira de chefe do Executivo estadual, estaria estranhamente nomeando diversas pessoas em cargos comissionados e teria planos de promover militares, além de contratação de empresas. E a preocupação do sucessor é sobre o impacto dessas medidas na folha, elevando as despesas em geral. Daí, a iniciativa de anunciar publicamente que muito dos atos do atual governador tendem a ser anulados a partir de 2019.
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet