Notícias/  Eleições 2018

Esquerda tenta confundir os eleitores, diz Galli sobre rejeição de 43% de Bolsonaro

RD News

11/09/18 às 11:40

Imprimir Enviar para um amigo
Esquerda tenta confundir os eleitores, diz Galli sobre rejeição de 43% de Bolsonaro

Foto: Reprodução

atentado ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) não surtiu o efeito esperado pelos analistas políticos, que acreditavam em crescimento na intenção de votos a favor do candidato. De acordo com a pesquisa do DataFolha, a rejeição ao candidato passou de 39% para 43%, um aumento de 4 pontos percentuais, enquanto que os eleitores que declararam voto ao esfaqueado passou de 22% para 24%, apenas dois pontos percentuais - variação dentro da margem de erro.

Para o deputado federal Victório Galli, que é presidente do PSL em Mato Grosso, os resultados da pesquisa não são confiáveis. “Para mim esse instituto deveria se chamar DataFalha e não DataFolha. É evidente a tentativa da esquerda em querer confundir a população. Mas os votos de Bolsonaro estão garantidos”.

Galli avalia que apesar do presidenciável estar internado se recuperando da facada que levou na última semana, o que tira Bolsonaro da agenda de campanha, o fator midiático tem favorecido o candidato. “Estive em São Paulo, no Hospital Sírio Libanês, onde está internado o Bolsonaro, e lá estão de prontidão, 24h por dia, todos os principais veículos de comunicação do país e correspondentes internacionais. Isso está sendo bom porque dá uma projeção do candidato em rede nacional”.

Além de criticar o resultado da pesquisa DataFolha, Galli diz que muita gente vai se surpreender com os resultados das eleições. “Nós acreditamos que existem chances reais de vitória de Bolsonaro no primeiro turno. Os mais de 20 dias que restam de campanha serão decisivos para convencer mais eleitores”.

Segundo a pesquisa do DataFolha, além de aumento no índice de rejeição contra Bolsonaro, o candidato perde em todos os cenários do 2º turno, se concorresse com Marina Silva (REDE), Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro Gomes (PDT) e Fernando Haddad (PT).

DataFolha
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e Folha de São Paulo, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR 02376/2018, e os dados se comparam com a pesquisa divulgada pelo DataFolha em 21 de agosto.
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet