Notícias/  Cidades

Vídeo mostra motoqueiro invadindo cabine de pedágio para evitar ser atropelado

G1 Mato Grosso

11/07/18 às 13:41 / Atualizada: 11/07/18 às 13:49

Imprimir Enviar para um amigo
Vídeo mostra motoqueiro invadindo cabine de pedágio para evitar ser atropelado

Motociclista invadiu cabine de pedágio para evitar ser atropelado por carreta sem freio em Sorriso

Foto: Rota do Oeste

Duas pessoas que estavam em uma motocicleta quase foram atropeladas por uma carreta sem freio que passava em um ponto de pedágio na BR-163 em Sorriso.
 
Segundo a concessionária Rota do Oeste, a situação ocorreu na tarde dessa terça-feira (10) e foi registrada pelas câmeras de segurança da cabine de pedágio. Ninguém ficou ferido.
 
Os dois ocupantes de uma motocicleta faziam o pagamento em uma das cabines de pedágio, quando foram surpreendidos pelo veículo de cargas desgovernado.
 
Para evitar ser atropelado, o rapaz que pilotava a moto invadiu a cabine onde estava a funcionária e se protegeu. A segunda pessoa que estava na moto conseguiu saltar da moto antes de ser atropelado e saiu da frente da carreta.
 
O motociclista, antes de pular, conseguiu equilibrar a motocicleta para o lado. O veículo não foi atingido.
Ainda conforme a Rota do Oeste, o motorista da carreta parou logo à frente e foi identificada a pane em uma mangueira, que resultou na perda do freio. Ele não se feriu e a ocorrência foi registrada pela concessionária.
 
Segurança
De acordo com a Rota do Oeste, situações como essa podem ser evitadas com a manutenção adequada dos veículos.
 
A falta de cuidados e atenção com itens básicos de segurança e funcionamentos dos automóveis, carretas, caminhões e motos estão entre os fatores que resultam em acidentes rodoviários.
 
Os casos representam cerca de 40% dos atendimentos realizados pelas equipes operacionais da Concessionária. Dos 55 mil atendimentos registrados no primeiro semestre de 2018, 22 mil foram relacionados a panes mecânicas.
 
A concessionária alerta para a velocidade desenvolvida pelos motoristas em locais de intenso fluxo de pessoas e veículos, como trevos, travessias urbanas, obras e nas praças de pedágio, onde o limite máximo permitido é de 40km.
 
 
                    
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
 
Sitevip Internet