Notícias/  Eleições 2018

PSD abandona Wellington por Mauro com promessa de emplacar Fávaro ao Senado

Rd news

10/07/18 às 12:34

Imprimir Enviar para um amigo
PSD abandona Wellington por Mauro com promessa de emplacar Fávaro ao Senado

Para trocar Wellington por Mauro, Fávaro teria recebido a garantia de que poderá disputar o Senado na mesma chapa que Jayme Campos (DEM)

Foto: Gilberto Leite

O PSD do ex-vice-governador Carlos Fávaro, que se articula para disputar o Senado, abandonou o grupo político do senador Wellington Fagundes (PR) e fechou apoio ao ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) na disputa pelo Governo do Estado. O anúncio oficial deve ser feito nas próximas horas.

Presidente estadual do PSD, Fávaro comunicou Wellington sobre a decisão de apoiar Mauro na manhã desta segunda (9). Agora, cabe ao republicano repassar a notícias da baixa aos aliados do PR, MDB, PTB, PP e PCdoB que ainda permanecem leais à sua pré-candidatura.

Para trocar Wellington por Mauro, Fávaro teria recebido a garantia de que disputará o Senado na mesma chapa que Jayme Campos (DEM). Agora, o desafio é acomodar o deputado federal Adilton Sachetti (PRB) que também almeja ser candidato a senador na chapa liderada pelo democrata.

Sachetti tem reafirmado que pretende concorrer ao Senado e, inclusive, conta com declaração de apoio do ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP). O progressista ressalta a amizade entre ambos, mas deixa claro que não está fazendo nenhum movimento político para acomodá-lo junto a qualquer um dos pré-candidatos a governador.

Nos bastidores, Sachetti estaria sendo encorajado a insistir no projeto ao Senado pelo ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (PDT), um dos cotados para vice de Mauro, que tem grande resistência a Fávaro. Isso porque atribui ao social-democrata a culpa pela derrota nas eleições municipais de 2016, quando perdeu a reeleição para Luiz Binotti (PSD).

Mesmo sacramentando o apoio do PSD a Mauro, Fávaro ainda enfrenta um desafio interno. Quatro integrantes da bancada na Assembleia – Gilmar Fabris, Pedro Satélite, Wagner Ramos e Ondanir Bortolini, o Nininho – estão fechados com o projeto de reeleição do governador Pedro Taques (PSD) e podem se articular para vencer a convenção partidária.
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet