Notícias/  Política

Prefeita Luciane tem mandato cassado após 36h de sessão; vice de Juara assume

Rd news

07/07/18 às 17:41

Imprimir Enviar para um amigo
Prefeita Luciane tem mandato cassado após 36h de sessão; vice de Juara assume

Foto: Gilberto Leite

A Câmara de Juara cassou o mandato da prefeita Luciane Bezerra (PSB), na madrugada deste sábado (7), após mais de 36 horas de sessão extraordinária que se iniciou na quinta (5) passada. O vice-prefeito Carlos Sirena (PSDB) tomou posse logo após a cassação da socialista.

Ao todo, os vereadores leram mais de 7 mil páginas que constavam várias irregularidades da gestão de Luciane, como falta de resposta a ofício dos parlamentares e suspeita de desfalcar o erário. Para cassá-la, eram necessários apenas seis votos dos nove vereadores, o que acabou ocorrendo.

De acordo com a vereadora Ulliane Ferreira Rocha (MDB), a galeria da Câmara ficou lotada durante a sessão. A população também pode acompanhar a votação em um telão instalado do lado de fora da Câmara. “A maioria da população era a favor da cassação e no final aplaudiu o resultado”, relata.

Segundo a parlamentar, a prefeita destituiu a defesa para tentar atrasar a votação. Os vereadores tiveram que buscar outro advogado na cidade, que foi indicado pela OAB, para atuar na defesa de Luciane. O jurista pediu duas horas para analisar o caso. O esforço do defensor não foi suficiente para evitar a cassação.

Na sexta (6), o secretário de Cidades de Juara, Edwilson Oliveira, enviou áudio por meio do whatsapp afirmando que o município perderia R$ 8 milhões em emendas parlamentares caso a prefeita fosse cassada. O intuito era sensibilizar os vereadores pela não cassação do mandato, no entanto, a estratégia não deu certo.

A crise entre o Legislativo e Executivo de Juara teve início com a divulgação de um vídeo em que Luciane, então deputada estadual, aparece recebendo maços de dinheiro e colocando na bolsa. O dinheiro seria pagamento de propina aos parlamentares. As imagens fazem parte da delação do ex-governador Silval Barbosa (sem partido). A prefeita, no entanto, sempre negou qualquer tipo de irregularidade.

Em fevereiro deste ano, a Justiça afastou a prefeita do cargo e bloqueou os bens dela. A decisão atendeu pedido formulado pelo MPE em ação civil pública por improbidade administrativa. 

Outro lado
A reportgem tentou contato com a prefeita e com o marido dela, o deputado Oscar Bezerra (PV), mas não obteve êxito.
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet