Notícias/  Política

Carlos Fávaro visita Tangará da Serra e diz que quer `estado justo e eficiente`

Da Redação

10/06/18 às 10:53 / Atualizada: 10/06/18 às 11:11

Imprimir Enviar para um amigo
Carlos Fávaro visita Tangará da Serra e diz que quer `estado justo e eficiente`

O presidente da Famato, Normando Corral; o deputado estadual, Wagner Ramos; Carlos Fávaro e o presidente do Sindicato Rural de Tangará da Serra, Reck Junior.

Foto: Divulgação

O presidente regional do PSD e pré-candidato ao Senado, Carlos Fávaro, se reuniu com produtores rurais e trabalhadores na manhã desse sábado (9), em Tangará da Serra. O bate papo foi um convite do presidente do Sindicato Rural do município, Reck Junior. Fávaro estava na cidade desde sexta-feira (8), onde cumpriu uma agenda de visitas à Prefeitura e Câmara, além de reuniões com empresários e lideranças políticas. 

Ao todo, o ex vice-governador visitou seis municípios da região Médio Norte do estado durante essa semana e, ao conversar com os produtores rurais, aproveitou para explicar pessoalmente sobre a sua renúncia e também sobre os próximos passos na sua caminhada política. 

“Minha renúncia foi um ato de revolta. É um chacoalhão na sociedade. Nunca na história de Mato Grosso um vice governador renunciou. E essa indignação que a sociedade tem, com tantas coisas acontecendo, eu também tenho. Eu forjei meu caráter em cima de um volante de um trator e uma colheitadeira e tenho muito orgulho disso. Não sou pior e nem melhor do que ninguém”, ressaltando entender bem quais são os desejos de todos os cidadãos e também dos produtores.



Reck Junior, presidente do Sindicato Rural de Tangará e também representante do Diretório Municipal do PSD, disse que a visita de Fávaro à cidade é uma excelente oportunidade para que as pessoas o conheçam e saibam quais são os seus objetivos após a formalização da sua candidatura e a possível eleição como Senador por Mato Grosso.

“Foi surpreendente o número de líderes que participaram da reunião nessa sexta feira. E principalmente porque mesmo sendo um encontro idealizado pelo PSD tínhamos a presença de vários membros de outros partidos. Todos têm o mesmo objetivo que são as mudanças que nosso município e nosso estado precisa. E a oportunidade de poder trazer o Fávaro para um bate papo com os produtores rurais no sábado é para debatermos especificamente os assuntos da nossa classe. O agronegócio é uma atividade pujante, grande responsável pelo desenvolvimento do estado e do país, e precisamos de incentivos e de representantes em cargos públicos que possam nos representar, para que possamos continuar exercendo a nossa atividade da melhor forma possível”, destacou Reck ao abrir a reunião.

Fávaro contou que antes de ingressar na carreira política, ele queria um estado paternalista, mas hoje ele defende a ideia de que o governo precisa ser eficiente. 

“Quando eu vim para o Mato Grosso, ainda lá em Lucas do Rio Verde, em um assentamento, eu achava que a culpa dos meus insucessos seria do Governo. Antes eu queria um estado paternalista que resolvesse todos os meus problemas. Questionava sobre o preço da soja e do leite, como vocês também fazem muitas vezes. Mas eu passei por uma metamorfose. Hoje eu não quero mais isso. Quero um estado eficiente e justo, que devolva pra mim em serviços, os impostos que eu pago”.

Questionado pelos produtores rurais sobre o atual cenário político brasileiro e de que forma isso reflete no desenvolvimento de Mato Grosso, o pré candidato do PSD defendeu que o estado precisa olhar para o futuro.

“Mato Grosso é muito rico. Essa crise nacional trouxe à tona um discurso de que ‘não deu pra fazer’, que estamos com dificuldades por causa da crise ou do governo passado. Com o retrovisor do carro tão pequeno, olhar pra frente é muito mais fácil. Em um estado que teve em 2015 um orçamento de 17 milhões de reais e em 2018 de 25 milhões de reais, o problema não é a falta de dinheiro. Um estado mais justo é possível sim. Um Mato Grosso que queremos para os Mato-grossenses, com tantas oportunidades e riquezas. Muitos municípios ainda estão esperando a sua vez de receber melhorias mas o estado precisa ter politicas públicas eficientes. O estado não pode ficar olhando só a iniciativa privada fazer”.



Comitiva
A visita faz parte de uma série de viagens que Fávaro tem feito pelo interior, acompanhado por uma comitiva do PSD, para discutir com a população e lideranças regionais propostas de melhorias para os municípios. A agenda teve início na quarta-feira (06), em Diamantino. Ainda na quarta-feira, Fávaro passou pelos municípios de Nortelândia e Arenápolis. Na quinta-feira (07) pela manhã, o pre candidato este em Denise e a noite em Brasnorte. Na sexta-feira (08) a agenda da comitiva foi em Tangará da Serra e no sábado, após a conversa com os produtores rurais ele seguiu para Nova Olímpia. De lá, retornaria para Cuiabá.

Também participam da agenda os deputados estaduais Wagner Ramos e José Domingos Fraga, o vice-prefeito de Cuiabá e pré-candidato a deputado estadual, Niuam Ribeiro, o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, o secretário-geral do partido em Mato Grosso, Stephano do Carmo, e o representante do PSD Jovem,Cleiton Miranda.

Renúncia
Carlos Fávaro renunciou ao cargo de vice-governador do estado há dois meses, depois que o partido decidiu pelo lançamento de sua pré-candidatura a uma vaga no Senado Federal, nas eleições de outubro. “A partir dessa definição partidária, estamos visitando as regiões do estado para ouvir o que a população e as lideranças têm a nos dizer. Apesar de conhecer bastante o estado e saber que essa região necessita, principalmente, de investimentos em infraestrutura logística, essas discussões nos possibilitam ter uma visão geral do que realmente precisa ser feito para que esses municípios se desenvolvam efetivamente”, afirmou Fávaro.
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
 
Sitevip Internet