Notícias/  Eleições 2018

Em pré-campanha a cargo na Assembleia, presidente busca fortalecimento do PR

Assessoria

10/02/18 às 17:01 / Atualizada: 10/02/18 às 17:08

Imprimir Enviar para um amigo
Em pré-campanha a cargo na Assembleia, presidente busca fortalecimento do PR

Foto: Coluna social Daniel Coutinho

Iniciando a pré-campanha a deputado estadual, o empresário José Carlos Ramalho movimenta lideranças políticas e a comunidade em busca do fortalecimento do Partido da República (PR). Oficialmente os candidatos às eleições 2018 serão divulgados em junho, durante as convenções de partidos.

Entre as ações desta fase estão reuniões com aliados e outros nomes que possuem vontade de se pré-candidatar, como os vereadores Professora Branca e Professor Hedvaldo Costa, ambos do PR.

"Outras pessoas colocaram seus nomes à disposição para candidatura à Assembleia Legislativa. Nós nos respeitamos e estamos em busca em único objetivo: buscar melhorias. Fortalecer o Partido nos aproxima disso", aponta José Carlos Ramalho.

Outro fator que afeta diretamente a decisão dos candidatos a senador, deputado federal e estadual é a definição de quem concorrerá a Governador. Nesse ponto, o fortalecimento da legenda é objetivo de todos os filiados.

"Estamos em um momento de muitas conversações, isso vai até junho. Muita coisa influencia nas candidaturas, especialmente os apoios políticos. Entretanto, é preciso tomar cuidado. A palavra 'pressão' na política não leva a lugar algum e, principalmente, sem credibilidade, ela destrói", explica Ramalho.

Um dos apoios mais buscados dentro da legenda é o da prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR). À frente do Executivo Municipal, ela tem se destacado regionalmente e se tornou uma grande influência política.

"A Rosana é guerreira e tem feito um bom trabalho. Ela conquistou espaço e o respeito de todos, o apoio dela é visto com bons olhos e fortalecerá o candidato", pontua o empresário.

Entretanto, Ramalho alerta que não importa quanto apoio político um candidato tenha, se não conquistar o eleitor, não há vitória nas urnas.

"Há quem se esqueça de conversar com a população, de ouvi-la. Essa é minha prioridade, saber o que o povo precisa e lutar por ele. Quando se fala em política, as pessoas não querem nem saber, estão desacreditadas, precisamos resgatar essa credibilidade. Nós não podemos deixar de acreditar que dias melhores virão, elegendo pessoas com credibilidade, que saibam respeitar e que tenham ética. Nós vamos melhorar Mato Grosso ", finaliza.
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
 
Sitevip Internet