Notícias/  Política

Em dezembro, Lula faz caravana por Juína e Cuiabá, visita indígenas e assentados

Rd news

13/11/17 às 10:58

Imprimir Enviar para um amigo
Em dezembro, Lula faz caravana por Juína e Cuiabá, visita indígenas e assentados

Ex-presidente Lula da Silva com o presidente do PT de Mato Grosso Valdir Barranco

Foto: Reprodução

A caravana liderada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silval (PT) deve passar por Mato Grosso em dezembro.  Com passagem de um dia pelo Estado, podendo se estender em dois, Lula deve ir a Juína e Cuiabá de avião para otimizar o tempo em razão da extensão do Estado. A intenção é que o presidenciável passe ainda por algum município da região Oeste ou Araguaia. A agenda será confirmada ainda nesta semana.

O presidente do diretório estadual do partido em Mato Grosso, deputado estadual Valdir Barranco, explica que no próximo mês a caravana vai passar pelos estados da Amazônia. Após visitar Rondônia, Lula irá de avião a Juína que, segundo Barranco, carrega o “simbolismo” do PT. “Apesar de não ter sido a primeira prefeitura a ser administrada pelo PT, o partido sempre foi forte na região com a administração do Ságuas Moraes e agora Altir Peruzo”, diz.

Em Mato Grosso, o partido tem rejeição forte. Nas últimas disputas para presidente da República, o candidato do PT sempre saiu derrotado. A única vez que os petistas venceram foi no primeiro mandato de Lula, em 2002. No restante, sempre foi derrotado apesar de ganhar a eleição no país.

Barranco, no entanto, não enxerga dessa maneira. Cita a eleição da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) contra Aécio Neves (PSDB), em 2014, ficaram empatados tecnicamente no Estado. “Não vivemos momento de rejeição, agenda do Lula ajudará a fortalecer a baixada cuiabana”, sustenta.
De acordo com números da eleição de 2014, Aécio conseguiu sair vitorioso em Mato Grosso, onde recebeu 54,67% dos votos válidos, equivalentes a 864.999 eleitores, e Dilma obteve 45,33% dos votos, o que representa 717.230 sufrágios. Dos 141 municípios, o tucano venceu em 101, o que corresponde a mais de 71% das cidades do Estado, enquanto a petista foi vitoriosa em apenas 40 cidades.

Em 2003, Lula saiu vitorioso em Mato Grosso, quando disputou a eleição com José Serra (PSDB). O petista teve 54,51% dos votos válidos, enquanto o tucano conseguiu a preferência de 45,49% dos eleitores. Em 2006, no Estado, Lula foi derrotado por Geraldo Alckimin (PSDB) com pequena margem. Foi 50.31% contra 49.69% do petista.

A passagem de Lula por Mato Grosso foi antecipada para o mês que vem. A executiva nacional do partido, responsável por elaborar a programação, previa a vinda à região Amazônica em fevereiro. Entretanto, o período é de chuva, o que prejudicaria a caravana.

Questionado sobre a estimativa de público, Barranco não trabalha com números, uma vez que a programação ainda não foi definida. Fala que Lula deve percorrer as ruas dos municípios de Mato Grosso, visitar assentamentos, população indígena, assim como fazer discursos à população em locais abertos e fechados.
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
 
Sitevip Internet