Notícias/  Hora Extra

Hospital sinopense e líder fraco

A unidade suspendeu atendimento aos pacientes pois a Fundação, não recebe repasses financeiros do Estado

Rd news

26/09/17 às 09:58 / Atualizada: 26/09/17 às 10:02

Imprimir Enviar para um amigo
Mesmo na condição de líder do Governo na AL, o deputado Dilmar Dal Bosco, do DEM, parece não contar, na prática, com tal força política junto ao governador Taques. Não consegue intermediar ou cobrar uma solução efetiva do Estado para colocar em funcionamento e com estrutura o hospital regional de Sinop, município onde reside o deputado-porta-voz do Palácio Paiaguás. A unidade suspendeu atendimento aos pacientes do SUS porque a Fundação Comunitária de Saúde, que a administra, não recebe repasses financeiros do Estado referentes a julho, agosto e setembro, já totalizando R$ 10 milhões, além de mais R$ 17 milhões acumulados de fevereiro de 2016 a julho deste ano. Há outros deputados estaduais com base em Sinop, como Silvano (PMDB) e Baiano (PSDB), mas é sobre os ombros de Dilmar que pesa maior carga e desgaste devido a essa impotência de gestão, embora tenha acesso direto ao governador a todo momento.
Imprimir Enviar para um amigo

0  comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
 
Sitevip Internet