Artigos / Emerson Ribeiro

Quem pensou que era o fim

29/10/18 às 18:44 / Atualizado: 30/10/18 às 07:53

Imprimir Enviar para um amigo
O Hino Nacional Brasileiro foi ouvido domingo à noite como nunca. Nenhum hino de qualquer pátria já foi cantado daquele jeito, com tal entusiasmo aos quatro ventos. Show sertanejo ou roqueiro, qualquer música marcial ou não, nada já foi alhures executado de voz solta por tanta gente simultaneamente e tão emotivamente,  um recorde mundial. Pessoas cantando por todo lado, gente andando e cantando, dirigindo automóvel, caminhão, uns descontraídos, outros solenes em posição de sentido, muitos simplesmente passeando pelas ruas, motoristas, pedestres, transeuntes fortuitos, crianças, gente bêbada de emoção e de bebida. Momento raro na história. O sentimento fez lembrar a solenidade da minha Sagração ao Oficialato, quando me graduei Oficial do Exército Brasileiro no Forte Copacabana em 1974.

Mas não era só música, ouvia-se também canções e gritos de ordem, dos quais o mais ouvido era "nossa bandeira jamais será vermelha". Em pleno pais do carnaval, festa extemporânea, não premeditada, sem aviso, a maior jamais vista.   Nunca se viu o povo brasileiro tão feliz, momentaneamente aliviado da peste.

Mas é só o começo. Não cometamos a ingenuidade de achar que essa súcia merece consideração ou respeito. Quem ouviu os discursos do candidato derrotado, e de outros marginais como Boulos, percebeu que são dementes perigosos incorrigíveis. Já mandaram sinais e movimentos para desestabilizar o governo que nem começou. O marginal psicopata disse, “não vamos parar: entre cadeia e exílio escolhemos as ruas”.

    É preciso combater noite e dia:
    Quem pensou que o mensalão era o fim desses criminosos, se enganou.
    Quem pensou que a Lava-Jato era o fim desses criminosos se enganou.
    Quem pensou que o “impeachment” da anta era o fim desses criminosos se enganou.
    Quem pensou que o molusco cachaceiro na cadeia era o fim desses criminosos se enganou.
    Quem pensou que a vitória de Bolsonaro é o fim desses criminosos se enganou.
    Não desistirão, são assassinos, loucos, estou avisando.
Emerson Ribeiro

Emerson Ribeiro

Emerson Ribeiro é cardiologista em Sinop e também é formado em Administração pela Unemat.
ver artigos

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Nova Edição. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Nova Edição poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
 
Sitevip Internet